Hoje: 25 de Nov de 2017

Polícia Civil prende assaltante mais procurado do estado suspeito de comandar as explosão de bancos

A Polícia Civil da Paraíba, em um trabalho integrado entre a Delegacia de Roubos e Furtos - DRF e a Superintendência da Polícia Federal em Campina Grande, denominado Operação Sombra, prendeu Carlos Magno Claudino Tenório, 38 anos, considerado um dos principais assaltantes e suspeitos de explosão de bancos na região Nordeste.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos, Danilo Orengo, Carlos Magno, liderava uma quadrilha de explosões a bancos e era considerado o arquiteto em ataques a instituições financeiras nos estados de Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba. Inclusive, Carlos foi um dos que fugiu durante perseguição policial, após um assalto ao Banco do Brasil da cidade de Esperança, em 2008. Orengo falou que o lucro da quadrilha é milionário com os ataques aos bancos. Ele não soube precisar quantas agências já foram explodidas pela quadrilha do suspeito, mas isso será investigado.

Segundo o delegado Danilo, as investigações policiais começaram há quase um ano, no entanto, era procurado pelas autoridades policiais dos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba, há quase 3 anos. Apesar de Carlos residir em Natal, costumava viajar para as cidades de Recife, João Pessoa e Campina Grande e ficava hospedado em motéis, utilizando documentos falsos para dificultar as investigações policiais.

ASSESSORIA POLICIA CIVIL