Hoje: 25 de Nov de 2017

Líder da oposição rebate Hervázio e cobra responsabilidade nas contas do governo RC

O líder da oposição ao Governo Estado na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Renato Gadelha (PSC) rebateu a declaração dada pelo líder da situação, deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB), que disse que os oposicionistas “querem” que o governador Ricardo Coutinho (PSB) “se ajoelhe” ao governo federal. A afirmação foi dita após o rebaixamento do governo estadual no ranking do Tesouro Nacional.

“De maneira nenhuma, isso nunca aconteceu. A administração tem que diminuir as suas despesas. A receita cai e você tem que diminuir os gastos, isso é natural. Se na sua casa você tem um equilíbrio financeiro, mas perde o emprego você vai tomar uma atitude e o Governo não tem feito isso”, respondeu Gadelha.

A queda da Paraíba no ranking impede que a administração estadual contraia empréstimos internacionais. O governador justificou o rebaixamento com a diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE). De acordo com ele, essa diminuição provocou o aumento no percentual dos gastos do estado com a folha de pessoal.

Gadelha também criticou a gestão de Ricardo Coutinho por, segundo ele, aumentar os impostos estaduais e o número de contratações de servidores comissionados, gastando 64% do orçamento do Estado com a folha do funcionalismo público.

“O Governo conseguiu aumentar os tributos a nível estadual de forma exagera e compensou muito para a receita, mas isso contribui para a dificuldade do trabalhador paraibano. A redução do FPE é uma realidade, agora ele tinha que demitir os codificados, mas ele aumentou a folha no período eleitoral. Evidentemente se você sabe que a folha está caindo e você aumenta a despesa, essa conta não vai fechar. Então o governo tem que ser responsável”, criticou.