Hoje: 19 de Nov de 2017

Tração 4×4 requer troca simultânea dos quatro pneus?

Tenho pesquisado sobre o sistema AWD (tração integral) em carros e utilitários esporte e como a troca de pneus em pares pode, em teoria, danificar o sistema. Não tenho achado resposta convincente que não seja a colocação simultânea de quatro pneus novos, mesmo que apenas um seja danificado. Uma matéria sobre o assunto seria de grande luz para nós! O Best Cars tem grande imparcialidade e honestidade nas opiniões. Obrigado pelo ótimo trabalho!

Essa posição não é inédita para nós: há algum tempo lemos em uma revista norte-americana que, segundo uma concessionária local, os quatro pneus de um modelo de tração integral deveriam ser substituídos no evento de se precisar trocar um só deles (como no caso de rasgo ou bolha), para evitar diferença excessiva de circunferência.

Embora outros fabricantes possam ter recomendações diversas a esse respeito, os dois que consultamos negaram essa necessidade. Tanto a Mitsubishi quanto a FCA — Fiat Chrysler, grupo que inclui a Jeep — oferecem no Brasil há tempos grande variedade de veículos com tração integral permanente ou sob demanda, sistemas que podem operar com quatro rodas tracionando mesmo em piso de boa aderência. Como se sabe, o sistema temporário (mais comum em picapes e jipes simples), sem diferencial central ou dispositivo equivalente, não deve operar em modo 4×4 sobre asfalto seco sob risco de danos à transmissão.

De acordo com a FCA, “a diferença no raio dinâmico entre um pneu gasto (mas ainda dentro das limitações técnica e legislativa) e outro novo é muito pequena; portanto, não afeta os sistemas de transmissão 4×4, sejam eles quais forem. O problema é quando se trocam pneus sem critério, mudando o perfil ou até mesmo o diâmetro das rodas”. A posição da Mitsubishi endossa a da FCA.

Ambas, porém, observam que manter o conjunto de pneus em condições semelhantes contribui para a segurança. “Por uma questão de qualidade de rodagem e melhor comportamento dinâmico, o ideal é sempre trocar os quatro pneus quando for o momento. Porém, se dois deles estiverem em melhor estado, é recomendável mantê-los em um dos eixos e colocar os dois novos no outro eixo. Em caso de dano em um pneu (como rasgo), independentemente do estado dos demais, ele pode ser trocado por um novo”, recomenda a Mitsubishi.

 

Paraíba Aqui com BestCars