Hoje: 19 de Nov de 2017

Em carta à CBF, Cruzeiro protesta contra as arbitragens no Brasileiro

O Cruzeiro enviou, nesta segunda-feira, carta ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo del Nero, e ao presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa, manifestando a insatisfação do clube com os erros cometidos pela arbitragem ao longo do campeonato. Domingo, no jogo contra o Botafogo, diretoria, jogadores e comissão técnica se sentiram prejudicados em dois lances e reclamou do árbitro Rafael Traci (veja no vídeo acima), o que motivou o clube a formalizar o protesto. 

Na carta, assinada pelo vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin, há uma solicitação para que a CBF envie um "parecer formal da partida completa". O clube nega que o técnico Mano Menezes tenha ofendido o juiz do hoje e faz, ainda, outras reclamações - veja a íntegra a abaixo.

Não foi a primeira vez que o Cruzeiro reclamou de arbitragem. Na vitória sobre o América-MG, foi um impedimento mal marcado no primeiro tempo. Antes, no jogo com o Corinthians, a diretoria protestou pela não marcação de um pênalti cometido pelo goleiro Cássio em cima do atacante Ábila