Hoje: 25 de Sep de 2017

Atletas se manifestam sobre operação que investiga corrupção na Rio 2016

A terça-feira começou com uma bomba. A Polícia Federal, em conjunto com Ministério Público Federal, a Receita Federal e Ministério Público Francês, deflagrou a operação "Unfairplay", que investiga um esquema de corrupção de compra de votos da eleição da cidade sede da Olimpíada de 2016.

Por volta das 6h, os agentes chegaram à casa de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, para cumprir mandados de busca.

Foram realizadas buscas também na sede do COB. Nuzman foi intimado a depor nesta terça na sede da Polícia Federal, no Rio de Janeiro. Ele precisou entregar o passaporte e também teve seus bens bloqueados. Atletas de diversas modalidades usaram as redes sociais para se manifestar sobre a operação.

Banner